Segunda-feira, 08 de Agosto de 2022 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  No penúltimo encontro do módulo sobre a cidade, estudantes têm aula sobre Transportes e fazem Picnic no alto do Copan
Texto: Giulia Afiune Foto: Nivaldo Silva
  02/04/2012

Após nova coletiva com Fred Bussinger, em que ele abordou a possibilidade de construção de um anel hidroviário na cidade e os problemas da administração pública, na manhã de sábado, 31 de março, os estudantes seguiram para o terraço do Edifício Copan, onde realizaram um “picnic nas alturas”. A confraternização em um local emblemático da cidade marcou a etapa final do módulo Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter.

Os estudantes do módulo Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter tiveram a oportunidade de entrevistar novamente o primeiro conferencista do módulo, Fred Bussinger em aula bônus sobre Transporte e Mobilidade, ocorrida no último sábado, 31, na Redação Escola da OBORÉ. Bussinger foi Secretário Municipal de Transportes de São Paulo e Secretário Executivo do Ministério dos Transportes, além de Presidente da SPTRANS, CPTM e Diretor do METRÔ/SP. É membro dos Conselhos de Administração da CET, SPTRANS, CODESA (Porto de Vitória) e integra o Conselho de Administração da EMPLASA – Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano.


Bussinger explicou o plano para implementação de um anel hidroviário em São Paulo , a partir da ligação entre os rios Tietê e Pinheiros e as represas Billings e Taiaçupeba, feita por canais em um total de 25 a 30 km. “O governo pode exigir que o lixo, o entulho, a água de reuso e o lodo, que normalmente são levados por caminhões, sejam transportados por embarcações pelo rio. Isso faria com que menos”. Para ele, o hidroanel pode melhorar o trânsito, pois diminuiria o número de caminhões em circulação, disponibilizando mais espaço para o transporte público. Apesar das vantagens, o hidroanel ainda não tem projeto, orçamento e prazos definidos para sua implementação.


Segundo Bussinger, um dos entraves para o plano é a legislação ambiental, que impede as construções nas margens de rios. “Você precisaria construir portos e pontos de coleta para o lixo, mas não pode. Como ele vai se tornar navegável se não dá pra chegar lá?”, criticou. O engenheiro apontou as dificuldades no caminho entre conceber um projeto e realizá-lo, incluindo a burocracia e a falta de articulação entre os diferentes órgãos do poder público. Além disso, “tem um conflito seriíssimo entre planejamento e marketing. Você tem que pensar na integração das propostas com outros fatores da cidade, não em projetinhos que dêem brilho rapidamente” ponderou Bussinger.


Para ele, é errado cobrar os Secretários por resultados imediatos, uma vez que “não existem soluções rápidas para os problemas de trânsito”. Bussinger defendeu que, em vez de leis e
determinações impostas pelo poder público, os projetos fossem desenvolvidos a partir de pactos estabelecidos entre sociedade e poder público. “No pacto, as partes acordam entre si. Você constrói a partir de um plano participativo”, explicou ele. Para ele, o exemplo a ser seguido é o White Paper europeu, que define metas concretas que cada país deverá atingir da maneira que for mais adequada para si. “O problema aqui é que temos ideias e enunciados consensuados, como a prioridade ao transporte público e a diversificação da matriz de transportes, mas nas ações esses princípios não são respeitados”, considerou o engenheiro.

Bicicletas e Motos


Bussinger destacou o aspecto psicossocial relacionado ao grande número de acidentes com ciclistas e motoqueiros. “Existe uma hipocrisia dos ciclistas e motoqueiros que só querem que a preferência seja respeitada quando eles estão na rua. Já vi ciclistas dirigindo carros que não respeitam os pedestres”. Ele argumentou que o espaço viário é finito e enquanto for mais barato comprar motos e bicicletas, o problema permanecerá sem esperança.


Picnic no Copan


Após a aula bônus, os estudantes seguiram para o terraço do Edifício Copan, onde realizaram um “picnic nas alturas”. Encantados com a vista do topo do prédio, os alunos se divertiram procurando locais conhecidos, como a Av. Paulista e o próprio prédio da OBORÉ. A confraternização em um local emblemático da cidade marcou a etapa final do módulo Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter.


Agora, a partir de todo conteúdo explorado no curso, os estudantes deverão produzir uma reportagem sobre um dos temas abordados. A matéria deve ser publicada em um veículo jornalístico profissional até o dia 10 de abril.


No dia 14, o encerramento formal do módulo terá a participação do Professor Chaparro e do Presidente da EBC/TV Brasil, Nelson Breve Dias.


Estudantes, coordenadores pedagógicos e convidados em confraternização no alto do Edifício Copan

SAIBA MAIS

A 5ª edição do módulo sobre a cidade, teve início dia 17/12/2011 e contou com a presença do professor Carlos Chaparro, livre docente da ECA/USP.
 No sábado, dia 21, o tema Transporte e Mobilidade foi apresentado pelo engenheiro Frederico Bussinger. No dia 28, o tema Habitação foi apresentado pelo arquiteto e urbanista Ciro Pirondi, diretor da Escola da Cidade. No dia 11 de fevereiro, foi a vez de discutir Trabalho e Renda com o analista político e assessor sindical João Guilherme Vargas Netto. No dia 25 de fevereiro, o tema foi Saúde com a presença de Gonzalo Vecina Neto, ex-diretor da Anvisa, professor da Faculdade de Saúde Pública da USP e atual diretor-superintendente corporativo do Hospital Sírio-Libanês. No dia 3 de março, Maurício Broinizi, da Rede Nossa São Paulo, falou com os estudantes sobre Desenvolvimento Sustentável. O ex-Subsecretário Nacional de Segurança Pública, Guaracy Mingardi, abordou a Violência e a Segurança Pública no dia 10 de março. A penúltima conferência do módulo contou com a presença de José Valverde, coordenador técnico das leis que criaram as Políticas Estadual e Nacional dos Resíduos Sólidos discutindo o tema Lixo e Meio Ambiente. A última entrevista coletiva foi sobre Educação com o professor da PUC e da Metodista, José Salvador Faro.


Acompanhe a cobertura completa do módulo no site-laboratório do Projeto Re
pórter do Futuro
 
 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 | (11) 99320.0068 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online