Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  5º Curso de Informação sobre Jornalismo e Direitos Humanos discute o Sistema Prisional Brasileiro
Ruam Oliveira | OBORÉ
  24/09/2018

Henrique Apolinário, assessor da Conectas no programa Violência Institucional foi entrevistado pelos estudantes do 5º Curso de Informação sobre Jornalismo e Direitos Humanos, módulo do Projeto Repórter do Futuro, neste sábado 22, em conferência na sede da instituição em São Paulo. Apolinário substituiu a participação de Marcos Fuchs, indicado anteriormente para a entrevista.

O assessor da Conectas é atualmente o responsável pelas inspeções realizadas no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, a pedido da Corte Interamericana de Direitos Humanos.

Entre os principais aspectos do sistema prisional brasileiro, Apolinário versou sobre judicialização, o elevado número de prisões - muitas delas sem julgamento -, desmilitarização da polícia entre outros.  

Para ele, o alto número de prisões no Brasil é uma forma de “o governo mostrar número”, principalmente em época eleitoral. “Ressocialização não dá voto”, afirmou. Ou seja, é uma forma de “mostrar serviço” à população, indicando um combate à violência.

De acordo com ele, porém, “o medo do cárcere não produz menos criminalidade”. Pelo contrário, as prisões se configuram como “um tipo de desumanização e violência”.

Este quadro é refletido inclusive na empregabilidade do ex-detento. Em relação às possibilidades de trabalho, o assessor da Conectas reforçou o quão estigmatizados os egressos saem do sistema. “O que nós temos hoje é que a passagem pelo sistema prisional, mesmo que por um período pequeno, atrapalha toda a vida [do egresso]”. Ter seu nome associado a uma ficha criminal dificulta que os indivíduos consigam empregos formais, por exemplo.

Na próxima semana, os repórteres do futuro irão entrevistar Caio Borges, Coordenador da Conectas em Desenvolvimento e Direitos Socioambientais. As atividades do curso vão até o dia 24 de novembro.

Confira a entrevista realizada pelos repórteres do Futuro:






Leia também: 

Sistema ONU e atuação da OEA são temas da conferência de imprensa do módulo Jornalismo e Direitos Humanos 

Reflexões sobre o jornalismo na atualidade são tema de aula no Repórter do Futuro

Programação

1/9, sábado | 9h às 14h | Jornalismo, hoje: reflexões e práticas

por Marcelo Soares, coordenador pedagógico do curso


15/9, sábado | 9h às 14h | Sistemas ONU e OEA

por Jefferson Nascimento, assessor do Programa de Desenvolvimento e Direitos Socioambientais da Conectas   


22/9, sábado | 9h às 14h | Sistema prisional brasileiro

por Marcos Fuchs, Diretor Adjunto da Conectas


29/9, sábado | 9h às 14h | Impacto de grandes obras

por Caio Borges, Coordenador da Conectas em Desenvolvimento e Direitos Socioambientais


20/10, sábado | 9h às 14h | Migração

por Camila Asano, coordenadora de Programas da Conectas

 

10/11, sábado | 9h às 14h | Política Criminal

por Rafael Custódio, coordenador do programa de violência institucional da Conectas


24/11, sábado | 9h às 14h

Encontro de Confraternização e Encerramento

Avaliação do curso pelos estudantes e equipe de coordenação e entrega de certificados

 

Foto de Lorena Kogawa

 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 | (11) 99320.0068 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online