Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Normas para o uso da força e armas de fogo são tema de conferência no Repórter do Futuro
Ruam Oliveira | OBORÉ
  15/08/2018


Estudantes participaram de atividade no escritório do CICV em São Paulo. Foto: Ruam Oliveira / OBORÉ

Para Paulo Roberto Oliveira, encarregado técnico do Programa com as Forças Policiais e de Segurança do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), as polícias erram muito pela falta de protocolos que, quando não estabelecidos, dificultam “que o cidadão tenha seu direito à segurança garantido”, afirmou.

Participante de encontro no sábado, 11, com estudantes do 17• Curso de Informação sobre Jornalismo em Situações de Conflitos Armados e Outras Situações de Violência, realizado pela OBORÉ em parceria com o CICV, ele apontou que o caráter de proteção é um dos papéis que as forças policiais precisam assegurar e respeitar. 

Sob o tema “Normas internacionais para o uso da força e armas de fogo”, o encontro aconteceu no escritório do CICV em São Paulo. O diálogo com a polícia, de acordo com Oliveira, tem o objetivo de contribuir para discussão de conceitos legais. “As normas de atuação precisam estar muito claras para os integrantes da polícia. Obediência a ordens superiores não cola mais”, disse. O consultor cita ainda que é preciso responsabilizar quem infringe as regras em situações de conflitos e violência e que apesar da hierarquia - que em seu ponto de vista é algo positivo - os conceitos de legalidade (quando determinada ação é permitida do ponto de vista das leis) e legitimidade (quando tal ação é considerada legítima) precisam ser sempre observados.

Direitos Humanos e Direito Internacional Humanitário

O conceito de Direitos Humanos (DH) e Direito Internacional Humanitário foi retomado durante a conversa com os estudantes. Apesar de ser tema recorrente, Oliveira reforça que o CICV não é uma entidade de DH - sua atuação prioritária é a ajuda humanitária.

No próximo sábado, 18, os estudantes irão participar de encontro sobre a cobertura da imprensa brasileira de conflitos armados  com Patrícia Campos Mello, repórter da Folha de S. Paulo.

Programação

Conferências de Imprensa/Entrevista Coletivas
Local: Sede Paulista do CICV
Alameda Jaú, 1754 – 5º andar – Cerqueira César - São Paulo – SP

4 de agosto | 9h às 12h e das 13h às 16h
Introdução ao direito aplicável nos conflitos armados
Tarciso Dal Maso Jardim, jurista e ex-consultor do CICV

11 de agosto | 9h às 13h
Normas internacionais aplicáveis à função policial no uso da força e de armas de fogo

Paulo Roberto B. Oliveira, responsável técnico do Programa com as Forças Policiais e de Segurança do CICV

18 de agosto | 9h às 13h
Cobertura da imprensa brasileira de conflitos armados e outras situações de violência

Patrícia Campos Mello e Lalo de Almeida, repórteres do jornal Folha de S. Paulo

15 de setembro | 10h30 às 14h
Encontro de avaliação e entrega de certificado

Equipes de comunicação do CICV e Projeto Repórter do Futuro

Mais informações:
reporterdofuturo@obore.com
(11)2847-4567 – Cristina Cavalcanti
obore.com

Leia também:

Jurista aponta conceitos do Direito Internacional Humanitário durante curso sobre Jornalismo em Situações de Conflitos Armados 
 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 | (11) 99320.0068 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online