Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2022 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Exposição "Resistir é preciso" traça linha do tempo das lutas pela redemocratização

  29/10/2013



Vista por 33 mil pessoas durante temporada em Brasília, “Resistir é preciso” chega ao Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo e ao Centro Cultural dos Correios, onde permanece de 12 de outubro a 6 de janeiro. A edição paulista foi ampliada com o acervo dos fotojornalistas Luis Humberto e Orlando Brito, muitas imagens foram censuradas e só mais tarde se tornaram conhecidas.

Idealizada pelo Instituto Vladimir Herzog, a exposição é organizada em parceria com o Ministério da Cultura, Correios e com o Banco do Brasil.

A exposição "Resistir é preciso" é uma idealização do Instituto Vladimir Herzog e tem como objetivo contar a história da resistência à ditadura militar que se implantou no Brasil em 1964 e que permaneceu no poder até a eleição indireta de Tancredo Neves, em 1985.

Nesse período, muitos trabalhadores, estudantes, intelectuais, artistas, religiosos e diversas outras pessoas de vários setores da sociedade civil lutaram pelo restabelecimento da democracia.

Durante a luta, milhares de pessoas foram presas e torturadas, centenas foram mortas e muitas delas, até hoje, continuam desaparecidas. Para sobreviver, inúmeros brasileiros foram obrigados a se exilar.

"Resistir é preciso" reuniu um expressivo conjunto de obras de arte que mostra a militância dos artistas clamando por democracia e denunciando os abusos e os crimes da ditadura.

Nesses anos, nasceu, também, uma imprensa de resistência que se expandiu no país, na clandestinidade e no exílio. Muitas publicações dessa imprensa alternativa eram vendidas nas bancas de jornal e, mesmo censuradas, foram importantes para a resistência à ditadura militar.

"Resistir é preciso" possibilitará aos jovens conhecer melhor as lutas pela reconstrução democrática através da linha do tempo, que abrange o período de 1960 a 1985 e inclui fatos marcantes do cenário político e cultural do Brasil e do mundo.


CCBB São Paulo
HORÁRIO: De quarta a segunda, das 09h às 21h
LOCAL: Rua Álvares Penteado, 112, Centro, São Paulo/SP – 01012-000 – Subsolo, 2º, 3º e 4º andares
INFORMAÇÕES: 11 3113 3651/3652

Centro Cultural Correios
Resistir é Preciso 
Brasília no Tempo da Ditadura na crônica sagaz de Luis Humberto e Orlando Brito
HORÁRIO: terça à domingo, das 11h às 17h
LOCAL: Avenida São João, s/nº , Vale do Anhangabaú, São Paulo/SP – 01031-970
INFORMAÇÕES: 11 3227-9461

http://www.resistirepreciso.org.br/ccbb/
 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 | (11) 99320.0068 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online