Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2022 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Entidades prestam homenagens a Alexandre Vannucchi Leme, nesta quinta (14) e sexta (15)
Texto: João Paulo Brito
  11/03/2013



No dia 17 de março de 1973 morreu no DOI-CODI sob tortura o estudante de geologia, de 22 anos, Alexandre Vannucchi Leme.

Em protesto à sua morte, foi realizado, no dia 30 daquele mês, o primeiro grande ato público contra a ditadura militar: uma missa, celebrada por Dom Paulo Evaristo Arns, na Catedral da Sé, que reuniu cinco mil pessoas em repúdio a versão dos militares de que Alexandre teria morrido atropelado.

Passaram-se 40 anos e os assassinos continuam impunes e a morte do líder estudantil desbotada na memória das novas gerações.

Na próxima quinta (14) e sexta-feira (15) serão realizados uma série de atos em homenagem à vida de Alexandre Vannucchi Leme. Alexandre Vive!

O cantor Sérgio Ricardo – um dos artistas cuja carreira sempre se pautou pelo comprometimento com as causas populares e a resistência à ditadura de 1964 -, se apresenta no Centro Cultural São Paulo, na quinta-feira, às 19h, com o show “Conversação de Paz”.

Na sexta, às 12h, parte do Instituto de Geociências da USP a 68ª Caravana da Anistia da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, ato oficial de reconhecimento pelo Estado brasileiro de Alexandre Vannucchi Leme como anistiado político.

No mesmo ato a família de Vladimir Herzog irá receber a nova versão do atestado de óbito do jornalista, corrigido por determinação da Justiça. Vlado foi morto também sob tortura em outubro de 1975, no DOI-CODI, em São Paulo, mas a versão divulgada pelo Exército na época foi a do suicídio.


Finalmente, também na sexta, às 18h, na Catedral da Sé, será celebrada, por D. Angélico Sândalo Bernardino, uma missa em memória dos 40 anos do assassinato do estudante Alexandre Vannucchi Leme pela ditadura.
 


Confira a programação:

14 de março (quinta-feira)

- Show: "Conversação de Paz", com o cantor Sérgio Ricardo e convidados
   Local: Centro Cultural São Paulo
   19 horas

15 de março (sexta-feira)

- 68ª Caravana da Anistia da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça

  (Ato Oficial de Reconhecimento pelo Estado Brasileiro de Alexandre   
  Vannucchi Leme como anistiado político)
  Local: Instituto de Geociências - USP - Cidade Universitária
  19 horas

- Missa da Catedral da Sé
  (Celebração presidida por D. Angélico Sândalo Bernardino)
  18 horas

 
ENTIDADES ASSOCIADAS ÀS HOMENAGENS

Central Única dos Trabalhadores - Comissão Estadual da Verdade "Rubens Paiva" - Comissão Justiça e Paz - CONDEP - Conselho Estadual de Direitos Humanos - DCE Livre "Alexandre Vannucchi Leme" da USP - Fepesp - Federação dos Professores do Estado de São Paulo - Fórum Alberto pela Democratização da USP - Levante Popular da Juventude - MNDH - Movimento Nacional de Direitos Humanos - Núcleo de Preservação da Memória Política - Instituto Vladimir da Cultura - Sindicato dos Metalúrgicos do ABC - Sindicato dos Bancários de São Paulo - União Nacional dos Estudantes - União Estadual dos Estudantes
 
Entidades e organizações que queiram aderir a esta iniciativa devem escrever paracontato@comissaodaverdade.sp.gov.br.

Divulgue, participe!

 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 | (11) 99320.0068 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online