Sábado, 22 de Janeiro de 2022 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Em aula do Repórter do Futuro, vereador Nabil Bonduki diz que Plano Diretor definirá a “cidade que queremos”
Texto: Milton Bellintani/ Foto: Nivaldo Silva
  11/03/2013


O 6º Curso Descobrir São Paulo – Descobrir-se Repórter realizou sua terceira aula no sábado, 9, com palestra e conferência de imprensa sobre o Novo Plano Diretor Estratégico da Cidade de São Paulo, tendo como convidado o vereador Nabil Bonduki (PT). Arquiteto e urbanista, Bonduki foi o relator do Plano Diretor de 2002 – aprovado na gestão da prefeita Marta Suplicy.

Em sua palestra, o vereador enfatizou que o Plano Diretor é a ferramenta que permite definir “a cidade que queremos”. 

Para Bonduki, cabe ao Plano não apenas estabelecer as bases para o desenvolvimento da cidade como, principalmente, definir o perfil do espaço público paulistano. “Para efeito de comparação, o Vale do Anhangabaú – que está no coração da cidade –, sofreu quatro grandes transformações desde a sua criação. Até o século 19 era uma fazenda de chá, daí o nome do viaduto que une o Centro Velho ao Centro que se expandiu em direção à Praca da República. Nos anos 1910, ali foi criado um parque belíssimo, voltado à circulação de pessoas e ao lazer. Com o plano de avenidas dos anos 1940, virou corredor de automóveius, fazendo a ligação diametral Norte-Sul. Na gestão Luiza Erundina foi construída a via de circulação veicular subterrânea atual, permitindo que em cima se restabelecesse um espaço destinado aos pedestres.”

Com esse objetivo, é essencial estimular a participação da sociedade civil e do cidadão nas audiências públicas que debaterão o Novo Plano Diretor. Na Câmara, os debates sobre a revisão do Plano terão início em abril. A votação está prevista para agosto. 

Nabil Bonduki criticou o desenvolvimento da capital nos últimos anos, dizendo que ele acentuou a ideia de uma cidade para carros e não para pessoas. “É preciso retomar a proposta do Plano Diretor de 2002, que determina a construção de novos corredores de ônibus para melhorar a circulação de um grande número de pessoas em vez de abrir novas avenidas com o objetivo de acomodar um número cada vez maior de carros particulares nas ruas”, disse.

Finalmente, Bonduki abordou a proposta do Arco do Futuro, projetado pela Prefeitura. “A ideia básica é criar uma nova estruturação da cidade, voltada para melhorar a autonomia de serviços e oferta de empregos nos 96 distritos da capital, rompendo com o conceito de cidade concêntrica focada no chamado centro expandido.” 

No sábado, aula discutirá São Paulo através da fotografia

O 6º Curso Descobrir São Paulo – Descobrir-se Repórter, uma parceria da Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo com a OBORÉ Projetos Especiais em Comunicações e Artes e a Abraji – Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo, prossegue até o dia 27 de abril. No sábado, 16, receberá os fotógrafos Ed Viggiani e Marlene Bergamo para discutir o tema “São Paulo em imagens – Como construir a memória fotográfica da cidade”. A aula tem iníco às 9 horas, na sala Oscar Pedroso Horta, com transmissão online pelo Portal da Câmara Muncipal de São Paulo.

Livro mostrará o curso por dentro

O curso, de complementação universitária em jornalismo, teve início em 23 de fevereiro e prossegue até 27 de abril – sempre aos sábados, para não coincidir com as atividades dos estudantes em suas faculdades. A Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo produzirá um livro contendo a íntegra das palestras e sínteses das entrevistas realizadas pelos estudantes, com lançamento previsto para 25 de janeiro de 2014 – no 460º aniversário da cidade de São Paulo. 

Sobre o curso

6º Curso Descobrir São Paulo – Descobrir-se Repórter, que integra o Projeto Repórter do Futuro, é organizado pela OBORÉ Projetos Especiais em Comunicações e Artes em parceria com a Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo e ABRAJI – Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo, e conta com o apoio do SINPRO/SP – Sindicato dos Professores de São Paulo, Cátedra UNESCO de Comunicação, Hospital Premier/MAIS – Modelo de Atenção Integral à Saúde, Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, IPFD – Instituto de Pesquisa, Formação e Difusão em Políticas Públicas e Sociais, Matilha Cultural, NH Photos – Nivaldo Silva, KBR TEC Soluções Online e da Coordenação dos principais Cursos de Jornalismo de São Paulo: ECA/USP – Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing, Faculdade Cásper Líbero, PUCSP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Universidade Metodista de São Paulo e Universidade Presbiteriana Mackenzie. As revistas Brasil Atual, Caros Amigos, Fórum, Imprensa, Le Monde Diplomatique Brasil, Piauí, Samuel e o blog “O Xis da Questão – Mídia, Jornalismo e Atualidade” do Professor Chaparro também emprestam seu prestígio a esta iniciativa e colaboram de diversas formas para seu êxito. 

 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 | (11) 99320.0068 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online