Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2022 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Instituto Vladimir Herzog lança livro que reúne cerca de 300 cartazes políticos contra as ditaduras na América Latina
Texto e Fotos: João Paulo Brito
  08/11/2012

O projeto Resistir é Preciso..., desenvolvido pelo Instituto Vladimir Herzog, ganhou mais um filho com o lançamento do livro “Os cartazes desta história”, ocorrido nesta terça-feira, 06 de novembro, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

De autoria de Vladimir Sacchetta, Ricardo Carvalho e José Luiz Del Roio, a publicação reúne cerca de 300 cartazes políticos, documentos e fotografias, produzidos entre os anos de 1960 e o início da década de 1990, que registram a luta contra os regimes militares e as denúncias de violações aos direitos humanos nos vários países da América latina.

O ex-senador italiano José Luiz Del Roio explicou que, por conta da experiência dos autores com o tema, a organização deste material foi relativamente rápida, levando cerca de 6 meses de trabalho. Porém, chegar a um equilíbrio estético, social e político, que representasse todos os setores de oposição às ditaduras, foi o grande desafio no momento de selecionar o material. “Os cartazes eram muitos, tivemos que selecionar um pouco menos de 300 num universo de mais de três mil. Então foi complexa a seleção porque tinha que representar as diversas camadas da sociedade, como os movimentos operários, feministas, estudantil, clandestino, além do exílio, do cárcere, e também as diversas componentes políticas”, explicou Del Roio.

Os trabalhos que estão reunidos no livro pertencem aos arquivos do Instituto Astrogildo Pereira e do CEDEM – Centro de Documentação e Memória. Parte deles foi apresentada na “Exposição de Cartazes sobre a Anistia”, realizada, em julho, na Cinemateca Brasileira, em conjunto com a Mostra de Cinema “Memória e Transformação”. Segundo Ivo Herzog, diretor do Instituto Vladimir Herzog, a exposição voltará a ser exibida, provavelmente em dezembro, no Memorial da América Latina.

Ivo também afirmou que 600 unidades do livro “Os cartazes desta história” estão separadas para serem distribuídas gratuitamente em escolas e bibliotecas públicas de todo o país. Para adquiri-lo basta entrar em contato com o Instituto Vladimir Herzog e enviar um ofício de solicitação.

Os autores do livro Vladimir Sacchetta, José Luiz Del Roio, Ricardo Carvalho e o diretor do Instituto Vladimir Herzog, Ivo Herzog (em pé).

Projeto Resistir é Preciso

Há dois anos o Instituto Vladimir Herzog decidiu fazer um projeto que contasse a trajetória da imprensa alternativa brasileira que combateu e resistiu à ditadura militar, na clandestinidade, no exílio e nas bancas.

Em junho de 2010, o Instituto lançou uma edição Fac-simile do Jornal EX, um jornal alternativo que circulou entre os anos de 1973 a 1975 e foi o único veículo da imprensa brasileira a noticiar a morte do jornalista Vladimir Herzog. Tal edição, que trouxe como manchete “Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós – a morte do jornalista Vladimir Herzog”, levou à sua cassação e extinção.

Posteriormente, a filmagem de depoimentos de 60 jornalistas e militantes que, através do jornalismo, combateram o regime ditatorial e revolucionaram a linguagem, os métodos e a prática jornalística, resultou em uma coleção de 12 DVDs denominada “Protagonistas desta história”.

Em outubro de 2011, foi lançado o segundo livro chamado de "As Capas desta história", obra que mostra 340 capas de jornais e revistas alternativas, clandestinas e no exílio. A publicação não se restringe ao período da ditadura militar brasileira (1964-1985), também resgata veículos que circularam no período da Colônia, Império, República Velha, os anos de Getúlio Vargas, e segue até o fim do governo dos militares.

Nas palavras de Vladimir Sacchetta, o “Resistir é Preciso” “resgata a memória das mídias alternativas num só embate contra a ditadura militar”.

E ainda não é possível dizer que esta mais recente publicação, “Os cartazes desta história”, finaliza o projeto, ao contrário. Dois novos trabalhos integrarão o Resistir é Preciso em 2013. “Começamos a gravação de uma série de dez documentários para a televisão dentro deste tema e fecharemos o projeto com uma exposição no Centro Cultural Banco do Brasil”, afirmou Ivo Herzog.

A série de documentários deve ser veiculada na TV Brasil em março do próximo ano. Já a exposição, prevista para agosto de 2013, será exibida em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte.

 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 | (11) 99320.0068 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online