Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2022 Pesquisa no site
 
A OBORÉ
  Abertura
  Histórico
  Missão
  Frentes de Trabalho
  Parceiros
  Prêmios
  Fale Conosco
  Galeria de Fotos
Núcleo de Rádio
Núcleo de Cursos
Núcleo de Gestão da Informação
Notícias
Atividades Especiais
  Maurício Broinizi, da Rede Nossa São Paulo, destaca importância do planejamento estratégico para resolver os problemas da cidade
Texto e Foto: Giulia Afiune
  08/03/2012

Em conferência sobre Sustentabilidade, no último sábado, o historiador defendeu a articulação entre as diferentes áreas da gestão pública, mas considerou que a questão dos transportes e da mobilidade são o ponto de partida.

Os estudantes do módulo Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter entrevistaram o historiador Maurício Broinizi, no encontro do último sábado, 3 de março. Broinizi é doutor em História Econômica pela USP, Professor de História Contemporânea da PUC-SP e coordenador da secretaria executiva da Rede Nossa São Paulo, organização que reúne mais de 650 entidades da sociedade civil. Ao lado da Câmara Municipal, a Rede foi autora da Consulta Pública Você no Parlamento, que pautou a escolha dos temas para o módulo Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter, realizado pela OBORÉ, em parceria com a Câmara Municipal e a ABRAJI (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo). Dessa vez, o vereador convidado a participar do evento foi Francisco Chagas (PT-SP), vice-presidente da Comissão Extraordinária Permanente de Meio Ambiente da Câmara Municipal.

Em sua fala, Broinizi destacou que muitos dos problemas que a cidade enfrenta hoje são resultado da falta de planejamento do passado. Para ele, essa falha persiste até hoje na administração do município. “A cidade não organiza seus dados, o que dificulta a construção de indicadores que façam o diagnóstico da cidade.” Pressionar o poder público para levantar essas informações, assim como cobrar um planejamento de curto e médio prazos e estimular a participação da população nas políticas públicas tem sido as o foco do trabalho da Rede Nossa São Paulo desde o seu surgimento, em 2006.

O Programa Cidades Sustentáveis é um dos trabalhos que a Rede Nossa São Paulo realiza atualmente, em parceria com a Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis e com o Instituto Ethos. A iniciativa visa articular um grande intercâmbio de indicadores, projetos e experiências entre 60 cidades ao redor do mundo. “Nós buscamos divulgar experiências que dão certo para se tornarem modelos para outras cidades”, explicou Broinizi. As propostas giram em torno de 12 eixos que incluem equidade, justiça social e paz; educação para a sustentabilidade; economia criativa e sustentável; consumo responsável; melhor mobilidade; e do local para o global. Ele deu o exemplo da cidade de Piraí, que possui 100% de cobertura de banda larga e oferece o acesso a serviços públicos por meio de quiosques conectados à internet.

A aplicação do Cidades Sustentáveis depende da adesão dos atuais e futuros gestores públicos. No processo eleitoral deste ano, o Programa já está sendo apresentados para os candidatos a prefeitos para que se comprometam a incluir o conteúdo do programa em sua gestão. “Nós oferecemos uma plataforma, os indicadores, e um banco de “boas práticas” onde eles podemos se inspirar”, assinalou Broinizi. Em São Paulo, os candidatos Fernando Haddad (PT), Soninha Francine (PPS) e Gabriel Chalita (PMDB) já assinaram o documento. Se eleitos, os políticos signatários terão que fazer um diagnóstico da cidade baseado em indicadores oferecidos pelo documento, bem como um plano de metas para melhorar esses números, cujo reflexo será mostrado em uma atualização anual desses dados. Além disso, uma sistemática prestação de contas deverá ser feita no meio do mandato e após os quatro anos de governo. “Tem que justificar, fundamentar, prestar contas à sociedade”, ressaltou Broinizi.

Questionado sobre a possível intenção dos políticos de assinarem a proposta apenas com intuito de marketing, Broinizi respondeu que, caso o Programa não seja cumprido, o ônus será do próprio gestor. “O candidato que assinar vai ser monitorado depois. Se ele for contra aquilo que ele assinou, não prestar contas, não tiver um plano de metas, ele vai passar por um desgaste político. A nossa perspectiva é de contribuir para que a cidade ofereça uma melhor qualidade de vida para as pessoas. Se isso for utilizado de má fé, o ônus vai ser de quem utilizou, porque essa informação vai ser amplamente socializada”, avisou Broinizi. Segundo o historiador, existirão ainda mecanismos de regulação externa, como monitoramento pelo site do Cidades Sustentáveis e um prêmio para a cidade que se destacar em projetos de sustentabilidade urbana.

Próxima conferência

A próxima conferência do módulo Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter será dia 10 de março, sábado, às 8h30 e terá Guaracy Mingardi, ex-Secretário de Segurança Pública de Guarulhos e ex-Subsecretário Nacional de Segurança Pública, 
discutindo o tema Violência e Segurança Pública.

As atividades do módulo têm cobertura ao vivo no portal da Câmara Municipal. 

Acompanhe o módulo completo através do site laboratório do Projeto: www.reporterdofuturo.com.br
 

Sobre o módulo Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter

O objetivo do módulo Descobrir São Paulo, Descobrir-se Repórter é promover a investigação dos oito principais problemas da cidade de São Paulo por jovens estudantes de Jornalismo. São eles: Desenvolvimento sustentável; Educação; Emprego e Renda (Trabalho); Habitação; Meio Ambiente, Lixo e Saneamento Básico; Saúde; Segurança Pública e Violência; Transporte e Mobilidade. 

Desde o último 21 de janeiro os alunos participam de encontros semanais para discutir cada tema. Todos os sábados, até março, serão realizadas entrevistas coletivas com especialistas, vereadores e jornalistas que investiguem o assunto. Ao final do módulo, os estudantes deverão produzir e publicar uma grande reportagem sobre um dos temas. 

O módulo integra as atividades do Projeto Repórter do Futuro e é uma realização da OBORÉ em parceria com a Câmara Municipal e a ABRAJI (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo).

SAIBA MAIS

A 5ª edição do módulo sobre a cidade, promovida pela OBORÉ em parceria com a Câmara Municipal, teve início dia 17/12/2011 e contou com a presença do professor Carlos Chaparro, livre docente da ECA/USP.
 
No sábado, dia 21, o tema Transporte e Mobilidade foi apresentado pelo engenheiro Frederico Bussinger. No dia 28, o tema Habitação foi apresentado pelo arquiteto e urbanista Ciro Pirondi, diretor da Escola da Cidade. No dia 11 de fevereiro, foi a vez de discutir Trabalho e Renda com  o analista político e assessor sindical João Guilherme Vargas Netto. No dia 25 de fevereiro, o tema foi Saúde com a presença de Gonzalo Vecina Neto, ex-diretor da Anvisa, professor da Faculdade de Saúde Pública da USP e atual diretor-superintendente corporativo do Hospital Sírio-Libanês. No dia 3 de março, Maurício Broinizi, da Rede Nossa São Paulo, falou com os estudantes sobre Desenvolvimento sustentável.

Dirigido a estudantes de jornalismo e profissionais da comunicação ligados aos gabinetes dos vereadores, o curso prossegue até 14 de abril, no auditório Oscar Pedroso Horta da Câmara Municipal.

Próximos encontros:

10/03 - Segurança pública e violência, com a presenca de Guaracy Mingardi, ex-Secretário de Segurança Pública de Guarulhos e ex-Subsecretário Nacional de Segurança Pública

17/03 - Meio ambiente, com apresenca do advogado especializado em Direito Ambiental, professor da PUC-SP e assessor parlamentar José Valverde Machado Filho (autor do estudo que resultou nas leis estadual e nacional de destinaçãod e resíduos sólidos)

24/03 - Educação, com o jornalista José Salvador Faro, professor dos cursos de graduação em Comunicação da PUC-SP e da Universidade Metodista de São Paulo, docente do programa de pós-graduação da Umesp e Vice-presidente do Sinpro-SP - Sindicato dos Professores de São Paulo, responde pela área de comunicação da entidade. 

Acompanhe a cobertura completa do módulo no site- laboratório do Projeto Repórter do Futuro
 


 
 
 
   
  » Indique essa página a um amigo
 
 
 
Avenida Paulista, 2300 | Andar Pilotis | Edifício São Luis Gonzaga | 01310-300
São Paulo | SP | Brasil | 55 11 2847.4567 | (11) 99320.0068 |
obore@obore.com

Desenvolvimento

KBR Tec - Soluções Online